OCORRÊNCIA POLICIAL

11/06/2022 20:35

Garota de 20 anos abandona facção e é baleada com dois tiros as margens do Rio Machado, em Cacoal; suspeitos foram presos

Uma jovem de 20 anos foi levada por membros de uma facção criminosa para ser executada em Cacoal. Logo após o conhecimento da tentativa de assassinato a Polícia Militar em conjunto com a Polícia Civil deflagrou uma operação em busca da prisão dos criminosos e em menos de 08 horas todos os envolvidos estavam em poder da justiça.A Polícia Militar foi acionada no início da madrugada desta quinta-feira (09) para comparecer na RO-383, nas imediações de um areal em Cacoal, as margens do Rio Machado. Segundo relatos uma moça teria sido vítima de disparos de arma de fogo e pedia por socorro.

No local, foi encontrada pela equipe policial uma jovem de 20 anos, identificada como Joicy L.S. atingida com 02 disparos de arma de fogo, um na cabeça e outro na região do abdômen. O Corpo de Bombeiros foi acionado e logo compareceu no local para resgate da vítima que foi encaminhada consciente ao Hospital HEURO em Cacoal.

Para a equipe de inteligência da Polícia, a jovem relatou que veio da cidade de Pimenta Bueno-RO e que o motivo do crime seria ter abandonado a facção criminosa. Ainda segundo Joicy, tudo se iniciou quando ao chegar no Terminal Rodoviário de Cacoal, quatro indivíduos armados a obrigaram a entrar em um veículo de cor prata e a levaram para o local onde seria morta. Durante o trajeto os bandidos afirmaram que aqueles eram seus últimos momentos da vida.

Antes dos disparos em direção a vítima, os criminosos ainda afirmaram que outras duas pessoas seriam executadas nas próximas horas, sendo elas um jovem conhecido como vulgo “Índio” e outro como “Danielzinho”. Logo em seguida foram disparados ao menos 05 tiros em direção a jovem, tendo dois deles acertado Joicy.

Após os disparos, os mesmo saíram com a certeza que tinham acabado com a vida da jovem, porém a mesma estava se fingindo de morta e com a fuga dos criminosos a mesma buscou ajuda.

Em posse de informações, uma operação conjunta entre as equipes de inteligência da PM e PC, foi possível prender os suspeitos de envolvimento no crime, sendo eles membros da facção criminosa “PCC” Jhonatan vulgo Santa Fé; Dara; Leandro (vulgo pezão) e Marlon, todos já possuíam passagens anteriores pela Delegacia de Polícia.

Ao todo foram conduzidos e apresentados na Delegacia de Polícia 05 pessoas, incluindo o motorista de aplicativo que levou os infratores até o local para o ato contra a vida de Joicy.


Redes Sociais

vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo