Saúde

18/05/2020 19:05 www.verguia.com

Médicos recém-formados na Unir vão atuar no combate ao Covid-19 em RO

178 trabalhadores positivados com Coronavírus já estão curados, aptos a voltarem a trabalhar, segundo o secretário

Mais uma morte por Coronavírus foi confirmada pelo secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, durante coletiva realizada na manhã da última sexta-feira (15), subindo para 57 o número de óbitos.

Ele falou ainda sobre a contratação de 19 médicos recém-formados da Universidade Federal de Rondônia (UNIR).

Segundo o secretário, a vítima fatal é um idoso de 83 anos, que tinha doença pulmonar e estava internado na Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI), em Porto Velho.

De acordo com a Sesau, em Rondônia, 668 pacientes infectados com o Coronavírus já estão curados.

Continua depois da publicidade

No total, 1.686 casos foram confirmados até o momento. O número de testes realizados chegou a 7.187.

Outros 188 pacientes estão internados.

Servidores

Continua depois da publicidade

De acordo com Fernando Máximo, 161 profissionais de saúde que atuam no Hospital João Paulo II, testaram positivo para Covid-19. No Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, 181 servidores foram infectados com a doença. No total, 178 trabalhadores positivados com Coronavírus já estão curados, aptos a voltarem a trabalhar, segundo o secretário.

O número de colaboradores afastados chegou a 918.

Durante a coletiva, o secretário informou que além de casos de Covid-19 confirmados em servidores do João Paulo II e Hospital de Base, também foram registrados casos de trabalhadores infectados no Hospital Infantil Cosme e Damião, Lacen, Cemetron, Hospital Regional de Cacoal, Heuro, no hospital da rede pública de Buritis e em Extrema, elevando o número de positivados da área da saúde para 421.

Continua depois da publicidade

Mortalidade

Fernando Máximo disse que a taxa de mortalidade em Rondônia está em 3,3%, considerada uma das menores no país. No Brasil, 6,9% é a taxa de mortalidade.

“A nossa taxa está menos da metade comparada ao nível nacional, graças a Deus. Isso também se deve ao fato de não faltar respiradores nos hospitais da rede pública, leitos de internação e não estarmos em colapso”, esclareceu o secretário.

Contratação de médicos

Na última quinta-feira, a Sesau realizou a contratação de 19 médicos recém-formados da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), segundo o secretário.

“Nós solicitamos que a universidade formasse esses alunos, que pegariam o diploma em julho deste ano, para que os interessados pudessem compor nossa equipe. Somos a favor de formar médicos como em seis anos como diz a lei, desde que não haja pandemia. Nesse caso de pandemia, nós podemos adiantar essa formação. A universidade formou 40 alunos formados, e desses, 19 se inscreveram e serão contratados”, anunciou Fernando Máximo.


Redes Sociais

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo