Notícias

11/05/2022 19:58

VISTORIAS SALVAM VIDAS  - Estudos apontam que as condições dos veículos é a segunda maior causa de acidentes de trânsito

Embora apenas 16,8% da frota brasileira, que é de 112,1 milhões de veículos, passe por vistorias anualmente, o procedimento é um dos principais fatores que poderão levar o Brasil a alcançar a meta de reduzir o número de óbitos no trânsito em 50% até 2030.

Entre 2011 e 2021, o Brasil reduziu em 30% o número de mortes causadas por acidentes de trânsito. O número foi divulgado pelo secretário Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, no fim do ano passado.

Segundo ele, em 2011, 42 mil pessoas morriam, por ano, em acidentes de trânsito. Atualmente, o total está em 30 mil.

Não por coincidência, foi nesse período que as vistorias veiculares ganharam mais força, com a entrada das empresas terceirizadas, as ECV’s,  para a realização do processo.

Carneiro lembrou que “campanhas de conscientização, como a Semana Nacional de Trânsito, têm papel importante na mudança de cultura em relação a acidentes de trânsito”.

Mas esse fator está relaciona, apenas, com a maior causa dos acidentes com morte, que é falha humana.

A segunda maior causa, que se refere às condições do veículo, depende, também, do serviço de vistoria veicular.

A vistoria veicular é considerada a última trincheira da segurança pública.

É ela quem verifica a autenticidade e legitimidade da identificação (análise documental e cadastral) comparando-a com as características físicas (análise do bem) e verificando ainda se o veículo vistoriado dispõe de todos os equipamentos obrigatórios exigidos na legislação de trânsito, atestando, por fim, o funcionamento aparente de alguns itens obrigatórios.

Essa atividade, embora não receba o mesmo reconhecimento que os profissionais da saúde e os bombeiros, desempenham um importante papel que, diariamente, vem contribuindo para salvar vidas.

Importante dizer que as vistorias são realizadas no país por agentes públicos por meio dos Departamentos Estaduais de Trânsito (DETRAN), ou por meio de empresas credenciadas em vistorias, conhecidas como ECV´s.

No Brasil são realizadas aproximadamente 1,6 milhões de  vistorias por mês, o que nos dá uma média diária de 71.383, considerando 22 dias úteis por mês e considerando a média aproximada  observada onde são realizadas 1,4% das vistorias da frota atual, de 112,1 milhões de veículos.

As estimativas aqui mencionadas consideram apenas as vistorias oficiais regulamentadas, no entanto, outras milhares de vistoria privadas são realizadas diariamente, como por exemplo, as vistorias prévias (para seguradoras) e as vistorias cautelares (realizadas pelo particular de forma não obrigatória).

VISTORIAS SALVAM VIDAS

Estudos apontam que as condições dos veículos em trânsito é a segunda maior causa de acidentes de trânsito, perdendo apenas para as falhas humanas na condução.

A vistoria auxilia na redução de acidentes pois aponta falhas nos veículos e até mesmo impedem sua circulação.

Questões como o funcionamento dos sistemas de iluminação, existência e validade de equipamentos obrigatórios, funcionamento de itens estruturais como rodas, freios e pneus, bem como vidros, limpadores, cintos de segurança dentre diversos outros componentes são avaliados em vistorias veiculares.

Os números obtidos com o início do funcionamento das ECV´s no Estado de São Paulo apontaram que cerca de 5% das vistorias tiveram resultado de reprova e, cerca de 15%, foram aprovados com apontamento, isso significa que milhares de veículos reprovados ficaram impedidos de circulação até que fossem regularizados (quando possível a regularização).

Já os veículos aprovados com apontamentos, ficam com o apontamento em seus registros e possuem prazo para ajuste e realização de nova vistoria.

As condições do veículo é assunto sério e as vistorias possuem o serviço vital de prevenirem acidentes de trânsito.


Redes Sociais

vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo